domingo, 29 de dezembro de 2013

Domingo

Sem você meu domingo ficou muito mais triste
Sendo que ainda existe outros dias a seguir
A segunda é um desastre sem seus beijos e eu choro
A pedir, eu imploro para terça nem existir

Vem a quarta-feira e já é o meio da semana
O coração não se engana e a boca quer beijos
Minto para mim mesmo só a perguntar: por quê?
Eu perdi você, amor, e quase morro de desejos

No domingo cedo eu quero ver o sol a brilhar
Poder te amar e sentir este seu calor
Na minha pele, no meu corpo, onde há vida
Hoje e por toda vida eu só quero o seu amor
No domingo à tarde a cidade é mais triste
Sem você nada existe e o sol vai se por
Levando consigo a luz que me ilumina
Deixando o que domina e eu sofro entregue a dor

Na quinta-feira a saudade é mais forte e castiga
A lua amiga e as estrelas, então, me avisaram
Que a minha sexta-feira seria um pouco pior
Por eu estar só e, em seguida, elas se apagaram

Veio o sábado e com ele o meu fim de semana
Que devia ser bacana com você ao meu lado
Se aqui estivesse não sentiria isso, com certeza
Essa mesma tristeza é a de domingo passado

Autor: José Nogueira Lima
06/04/2013

Música para gravação
letrarabiscada@gmail.com

Caloteira Vídeo

video
Aluguei meu coração
A ela para temporada
Ela entrou e agarrou
Não me paga com amor
Diz que não paga com nada

Tomou conta do meu peito
Desde o dia em que ela entrou
Não me deu um beijo por conta
Me domina e só apronta
Caloteira de amor

Caloteira, caloteira
Tô querendo receber
Todo aquele atrasado
Fiz as contas, tá somado
Se não despejo você
Caloteira, caloteira
Meu desejo revoltou
Me paga senão tem briga
Você deve e ainda castiga
Com calote de amor

O meu corpo só reclama
Dia e noite sem parar
Mora em mim e não me paga
Mando embora e não me larga
Se não for, vou despejar

Não aguento mais viver
Uma noite como estou
Vou por fim na temporada
Você é inquilina malvada
Me caloteando amor

Autor: José Nogueira Lima
12/12/2012

Música para gravação
letrarabiscada@gmail.com

Garçonete Vídeo

video
Garçonete
Me indica uma mesa
Onde a minha tristeza
Posso tentar esconder
Quero uma luz ambiente
De acordo com meu presente
E desabafar com você

Garçonete
Aqui nesta minha mesa
Quero bater na tristeza
Porque ela quer me matar
Traz dois copos e uma garrafa
Escolha uma boa safra
Senta aqui e vem me escutar

Garçonete, eu me embriago
E quero de trago em trago
Aliviar a minha dor
Por causa de uma boba briga
Baseada nas intrigas
É que perdi o meu amor
Sem chance de me explicar
Sem erros, me desculpar
Meu amor tudo ignora
Me jogou coisas na cara
Juntou as roupas, fez a mala
Deu adeus e foi embora

Garçonete
Me traga outras garrafas
Já não importa mais a safra
Porque a minha se acabou
Traz cigarros e traz cinzeiro
Não vê meus olhos vermelhos
De chorar por meu amor

Garçonete
Veja em volta da minha mesa
Solidão magoa e tristeza
E neste bar o meu fim
Vejo o meu amor de costas
A partida é uma resposta
Que não gosta mais de mim

Autor: José Nogueira Lima
07/01/2013

Música para gravação
letrarabiscada@gmail.com

Perdi para saudade Vídeo

video
Perdi para saudade, voltei atrás, vim te procurar
Que bom te encontrar para ser feliz como eu quero ser
O meu coração está como eu, mas nunca se enganou
Com esse amor; e está como eu, também preso a você

Fui abandonado pela felicidade que fugiu de mim
Me deixando assim como eu estou agora aqui a chorar
Pelo seu amor, querendo carinho, seu corpo e prazer
Preciso de você e de tudo que é seu; venha me amar

Meu corpo só precisa hoje do seu para viver
De muito prazer junto a ti para matar a saudade
Que eu trago no peito como castigo judiando de mim
Ponha nela um fim, me dê o seu amor e a felicidade
Se entregue de vez, como eu quero, ao meu coração
E a esta paixão que quase me mata sem você aqui
Maldita saudade e gostoso desejo eu sinto agora
Tudo isso me devora; perdi para saudade, não vou resistir

Perdi quase tudo, só me restam o amor e a própria vida
Não encontro saída; se é que existe, eu não a conheço
Em tudo que eu penso você está presente, isso eu juro
Meu amor é puro; por isso, eu sofro assim, mas não mereço

Já perguntei a Deus qual a razão e por que meu Senhor
Perdi o meu amor eterno, que é você, e acabei derrotado
Por você, que eu amo, além de outras coisas e pela saudade
Quero a felicidade, você aqui comigo, juntinho, ao meu lado

Autor: José Nogueira Lima
31/12/2012

Música para gravação
letrarabiscada@gmail.com

Fogo no rabo Vídeo

video
Se você provoca
Eu falo e digo
Será que é castigo
E de mim quer vingar
Com seu fogo no rabo
Excitou o diabo
E quer me excitar

Tentaram apagar
Foi em vão e não deu
Você já percebeu
E quer me conquistar
Mostrando o pecado
Eu fiquei excitado
Com fogo você tá

Você tá, você tá, você tá
Você tá e eu sei
Pegou lá e no meio
Só pra eu apagar
O seu fogo no rabo
Excitou o diabo
E a mim faz pecar

O seu fogo me leva
Ao oposto do inferno
Em prazeres eternos
Por onde quiser
Com calor de vulcão
À tremor e explosão
Da cabeça aos pés

Se mede na escala
Que é o coração
O tremor da paixão
Quando você tá
Com fogo no rabo
Que vão pro diabo
Eu quero é apagar

Autor: José Nogueira Lima
30/12/2012

Música para gravação
letrarabiscada@gmail.com

sábado, 28 de dezembro de 2013

Ano novo

Vem aí um ano novo
Do velho eu vou despedir
Que ele vá e leve a tristeza
Que o novo me faça sorrir
Em cada dia que nascer
Eu quero mais um amigo
Quero ver todos felizes
Cantando assim comigo

Vem, vem ano novo
Meus sonhos realizar
Traga alegria e sorte
Saúde não pode faltar
Vem, vem ano Novo
E traga a prosperidade
Para cada lar do mundo
Paz, amor e felicidade

Que irmão abrace irmão
Que os filhos honrem os pais
Que tenham fraternidade
Ao buscar os seus ideais
Em cada dia do ano
Tenham Deus no coração
Fortaleçam a sua fé
Com pedidos e oração

Que seja assim o mundo
Aqui ou em qualquer lugar
Proteja as nossas crianças
E não deixe nada faltar
É muito bom dar o peixe
Mas melhor é ensinar a pescar
Façam isso e sejam felizes
E ao ano novo vamos brindar

Autor: José Nogueira Lima
31/12/2012

Música para gravação
letrarabiscada@gmail.com